Os sons da resistência

Biolão – o canto do meio, Grupo Pau a Pique (Santos)

A reflexão do jogo de palavras que permeia o nome do espetáculo musical apresentado acompanha também os sons produzidos pelos sete rapazes no palco. As músicas cantadas são seguidos pela garota que acompanha as canções de forma orgânica, fazendo bolhas de sabão gigantes.

biolao

Existente há 32 anos e produzindo uma arte não mercadológica que homenageia e resgata a cultura caiçara, o Grupo Pau a Pique de Santos escreveu sua história ao lado de grandes movimentos ambientalistas do Brasil, como o fechamento da Rhodia e a passeata santista pela morte de Chico Mendes.

‘O Canto do Meio’, mais do que um paradigma, é também um culto ao Meio Ambiente. “Nossa música é ecológica. Cantamos a herança dos caiçaras tradicionais por meio da música de raiz como o merengue e o fandango. Biolão de biológico. Um pouco de jeito, de força, de suor, de dança e confraternização. Um resgate da cultura que germina da nossa terra”, aponta Pinho.

Sorry, the comment form is closed at this time.