O fazer teatral compartilhado

Os Três Porquinhos, com Fernando Rino

O Coqueiro Encantado, com Rogério Barsan

Crianças e adultos viveram inúmeras aventuras de clássicos infantis na Praça do BNH, em Santos. Eles foram personagens das histórias ‘Os Três Porquinhos’ e ‘O Coqueiro Encantado’, contadas pelos atores Fernando Rino e Rogério Barsan. Com o auxílio de recursos lúdicos como máscaras e fantasias minimalistas feitas de E.V.A., o público interagiu e aprendeu, por meio da arte de contação de histórias, a estimular o mundo da imaginação e reforçar os vínculos sociais, afetivos e educativos.

barsan

“O objetivo de fazer espetáculos interativos foi poder trabalhar com e para as crianças, contando de maneira sutil e delicada a importância de preservar os valores e a amizade. O público interage com a cena e conta a história junto comigo”, conta Rogério Barsan minutos antes de descobrir na plateia um coqueiro encantado e uma bruxa assustadoramente engraçada, interpretada com maestria por uma das mães que aproveitaram o sábado de sol para inspirar os filhos.

As histórias narradas sempre acompanharam a vida da sociedade e são tão antigas quanto a existência do homem. Durante muito tempo, a tradição oral foi a única fonte de aquisição e transmissão do conhecimento. A contação de histórias estimula a imaginação, retrata pessoas, lugares, acontecimentos, desejos e sonhos, estimulando a aprendizagem.

Sorry, the comment form is closed at this time.