Música contra a monotonia do centro urbano

Serenata Popular, Tempo de Cantar (Santos)

Quebrando a rotina da cidade movimentada em horário comercial, um grupo vestido com trajes que remetem aos anos 1920 realiza uma seresta pela Avenida Nove de Abril, em Cubatão. No repertório, clássicos da MPB embalados ao som do violão e da flauta doce. Há seis anos desenvolvendo seu trabalho na Baixada Santista, o grupo ‘Tempo de Cantar’ foi uma das apresentações da segunda edição do Circuito de Cultura Popular em Cubatão.

serenata

Composto por Débora Paiva e Giovana Razuk, na companhia de outros técnicos e instrumentistas, o grupo tem como objetivo levar arte, tradição e qualidade através da sonoridade das vozes.

Durante o percurso, que durou alguns quarteirões, o Tempo de Cantar desacelerou os passos de quem passava pela avenida, sussurrando canções que eram acompanhadas por olhares curiosos e expressões de encantamento.

Sorry, the comment form is closed at this time.