Grupo vicentino dança releitura da obra de Mário de Andrade

Beco 22 – As várias faces de Macunaíma, Cia Fator Dança de Rua (São Vicente)

Em formato de street dance – linguagem corporal do século 20 que teve sua origem nos guetos americanos e foi exportada para todo o mundo – dançarinos de São Vicente reviveram passagens de Macunaíma, obra de Mário de Andrade que passeia entre conflitos urbanos e lendas indígenas. A releitura de um dos maiores clássicos da literatura nacional foi uma das apresentações da segunda edição do Circuito de Cultura Popular em Cubatão.

macunaima

A Cia Fator Dança de Rua existe há 13 anos e buscou, por meio dessa adaptação, representar o multiculturalismo brasileiro, valorizando suas raízes e utilizando, além do street dance, elementos de danças circulares e afro.

“O espetáculo surgiu em 2013 durante um estudo no qual dividimos o texto original e contamos os trechos por meio da dança. Notamos que o estudo interno teve um resultado interessante e decidimos transformar em coreografia. Nosso trabalho sempre teve como fio condutor o desejo de transformar uma história em movimento. Poder fazer isso com Macunaíma dentro de um evento como um Circuito de Cultura Popular foi um presente”, finaliza o diretor e coreógrafo Douglas Rebelo.

Sorry, the comment form is closed at this time.